Governança de dados vs. Governança de Informações: fechando a lacuna

Blogs e artigos
Conteúdo Premium

A Governança de Dados é uma forma de administração que integra processos, obrigações, políticas, padrões e métricas. Essa prática é responsável por estipular quais são os dados e os métodos que serão usados para cada situação.

Sue Trombley
Sue Trombley
5 de março de 20247 minutosAcesse o conteúdo premium
Image of measuring

Ela é fundamental para apoiar a tomada de decisões informadas e garantir o cumprimento das exigências legais, especialmente em um cenário cada vez mais orientado por dados. Ainda, vincula departamentos de tecnologia e de negócios, possibilitando a automação de vendas, a redução de custos, o aumento da receita, entre outros.

Por outro lado, a Governança de Informações é um conjunto de atividades e tecnologias que as organizações utilizam para maximizar o valor de suas informações, enquanto diminuem os riscos e os custos associados. Visa melhorar a qualidade, reduzir os silos de dados, garantir a conformidade e a segurança e distribuir o acesso de maneira adequada.

Embora os termos sejam frequentemente usados de forma intercambiável, existem diferenças entre seus conceitos e aplicabilidades.

A governança de dados se preocupa com os processos, políticas, funções e métricas para garantir a segurança, privacidade, precisão e disponibilidade durante todo o seu ciclo.

Já a governança de informações é mais ampla que os dados, considerando também o contexto, significado e valor. Inclui políticas e práticas para gerenciar o período de vida completo das informações, desde a criação até a eliminação.

Para aprofundar ainda mais nesse assunto, preparamos um Webcast sobre “Governança de dados vs. Governança de Informações: fechando a lacuna”. Convidamos você a assistir e aprofundar seu conhecimento sobre esses dois conceitos fundamentais no mundo dos dados!